Com Hip-Hop, Ativismo Ambiental e Autorreflexões, MC WEZ lança sua nova faixa prólogo “Florestas Queimam La Fora”


Mas por que prólogo? Porque é um material que antecede à entrada do coro e enuncia o tema da “peça”, termologia trazida das tragédias gregas. A “peça” aqui é o seu EP “Sobrevivência Vol. 01”, e antes dele WEZ resolveu preparar esse material como forma de introduzir o público a adentrar em algo que vai chegar com uma grande carga vivência e de arte.

Apresentando pulsos e relatos que traduzem a atmosfera conceitual do EP, esse “clipe documental” insere as pessoas em seu universo artístico, o qual valoriza a lírica, as sonoridades e também os gritos de mudanças, em diversas esferas alinhadas com seu contexto geográfico.

WEZ é do interior do Rio de Janeiro, da cidade de Resende, mais precisamente do bairro turístico de Visconde de Mauá. O respeito e a presença da natureza em seus sons são notórios, virtudes da vivência em seu cenário de vida, cercado de florestas e montanhas e o seu ofício paralelo a arte, brigadista florestal. Tanto nas partes de exaltação das
belezas como para as tragédias de destruição as linhas ou as entrelinhas vem transcrever esse enredo.


Amparado por um time de artistas de alto nível, como os integrantes do grupo Substrato MCs, integrantes da CalMob (DC Dagrão Criolo, NINJU) e a dupla clássica do boombap nacional, Ramiro Mart e Goribeatzz, os próximos trabalhos de WEZ, o prólogo e o EP, vem para consolidar sua proposta artística. Em “Florestas Queimam Lá Fora” WEZ destaca também sua ligação com a cultura Hip-Hop e insere os scratches do Dj Batata Killa e imagens dos Bboys Zulufu, NegoFu e Pedro Dázio.


O visual aproxima o que é dito, das vivências e dos gritos por cuidados com a natureza, aqui pelas tristes situações das queimadas pelo país, ligando a um bom feeling com o boombap clássico que bate ligando tudo. O clipe é uma collab entre Tarumã, Spuri e Lucas Negrelli e toda produção musical foi desenvolvida pelo NINJU.

Comentários
Carregando...