Rapadura é indicado ao Grammy Latino

O disco “Universo do Canto Falado“, de Rapadura, foi indicado na categoria Melhor Álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa da 21ª edição do Grammy Latino, concorrendo com Emicida, Ana Frango Elétrico, Letrux e Suricato. A premiação está agendada para o dia 9 de novembro de 2020.

No trabalho, o músico cearense usa música nordestina para fazer rép, o que não é novidade pra quem acompanha a carreira do artista. O artista, responsável pela voz e arranjos, rima e canta em instrumentais de Boombap, Baião, Forró, Reggae, com viola caipira e guitarra baiana. Apesar de concorrer na categoria de Rock ou Música Alternativa, o álbum não deixa de ser um disco de Rap, nem de música nordestina. 

A faixa “Olho de Boi” ainda conta com a participação do grupo BaianaSystem, ganhadores da mesma categoria na edição de 2019 do Grammy Latino, com “O Futuro Não Demora“. A mixagem é assinada por Renato Alscher, a masterização por Carlos Freitas, e Carlos Cachaça se responsabiliza pela direção musical e arranjos.

Morreu no próprio gogo

‘Tão nessa de ser melhor

Então tomem o meu pior

Eu sumi e voltei maior

Pra ser eterno igual Belchior

Amelim e Ednardo

É o pessoal do Ceará

Sou cidadão instigado

Na premiação, ficamos na torcida pelo rap brasileiro, que concorre com Emicida (Melhor Álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa e Melhor Canção em Língua Portuguesa, com o disco AmarElo e faixa homônima), Bivolt (Melhor Vídeo Musical Versão Curta com o audiovisual de Cubana) e Rapadura.

Confira a faixa intro:

Ficha Técnica do disco:

Rapadura: Voz e Arranjos

Gravação: Sidney Sohn no Locomotiva Estúdio 

Mixagem: Renato Alscher no Estúdio Corredor 5

Masterização: Carlos Freitas no – Estúdio Classic Master

Direção de Arte: Humberto Cunha / Rodrigo Cerri

Ilustração: Cristiano Silva

Direção Musical e Arranjos : Carlos Cachaça 

Produção Executiva: William Zulu

Comentários
Carregando...