“Grana Gama”, mais um episódio da jornada de Rodrigo Zin

Lançando mais um episódio da epopéia visual do álbum “Grana Azul“, Rodrigo Zin disponibilizou no último dia 11 o clipe da faixa “Grana Gama“. Com duração de um minuto, a faixa é um dos atos da música “Grana Gama & Lana“, servindo como uma introdução a uma narrativa de convulsão social e revolta, representada por uma virada temática no disco, vista pela mudança de beat e atmosfera.

Contando com o “caos ordenado“, o audiovisual dirigido por Zin e Karan Nair, segue a identidade adotada nas outras produções provenientes de “Grana Azul“. Seguindo os cortes rápidos de “Pequeno Céu Vermelho“, recheado de referências em pequenos frames, o novo clipe trata da humanização do personagem desenvolvido nas canções. Focando na imagem do artista, acompanhado da Vida e da Morte, as imagens buscam retratar o conflito mental influenciado por toda tensão no universo fictício do trabalho e também na nossa realidade.

A atemporalidade das letras do álbum lançado por Rodrigo no ano passado, é um dos carros chefes de toda a produção. Com imagens captadas durante a quarentena, o trampo consegue readaptar seus questionamentos e apontamentos, mas sem deixar de ser fiel em seu propósito. Revisitando suas próprias referências, o artista consegue se localizar dentro de um contexto relevante, sem soar forçado ou datado.

Grana Gama” também serviu para introduzir novos elementos nesse rico universo. A arte do som, assinada por EZE, apresenta O Rei Caído, O Imortal, A Vida e A Morte, numa bela referência a capa do álbum “Demon Days“, da banda Gorillaz.

Comentários
Carregando...