Dos muros e vivências pra moda: A conexão das vertentes do hip-hop pelo artista Ache

Aqui no RND já falei sobre o Ache, anteriormente mencionando seu último drop (que você encontra aqui).

O retorno do assunto serve pra reforçar as atividades exercidas pelo artista que, a partir do dia 06 de Março de 2020, reuniu a reposição de suas peças autorais.

Desde menor tenho vontade de usar algo feito por mim, mas nunca tive confiança/bagagem o suficiente pra fazer isso, o graffiti me trouxe um pouco disso.
Quem me conhece de perto sabe o quão inseguro eu sou em relação a tudo que produzo, mas acredito que essa insegurança seja fundamental pra sempre buscar o melhor, não só na questão estética mas na qualidade e ace$$ibilidade.
” Comenta o artista.

A reposição do estoque de todos os drops que já produziu contará com algumas novidades: tamanhos maiores, modelos em manga longa, ecobag em colorway diferente e agora todas as estampas possuem acabamento em prime “Anti-tak“, o que evita que a estampa grude enquanto estiver dobrada, dando maior durabilidade ao produto.

Sobre os drops:

1312
Expressão também conhecida como “Acab”, faz uma crítica à polícia e suas atitudes abusivas/repressivas a respeito das classes menos favorecidas.

Graffiti Addict
Neste drop é retratado o graffiti não apenas como um hobby, mas sim como um vício, onde o “usuário” busca por adrenalina e recorre à farmácia para comprar seu medicamento/suprimento e sustentar seu vício.

São Paulo
Primeiro drop produzido onde retrata-se um pouco do que é o graffiti em um dos bairros mais importantes de São Paulo, a Mooca.

Para adquirir as peças e conhecer o trabalho do artista, acompanhe no Instagram

Fotos por: @andrefellp

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.