A “controvérsia”de GTA: duo lança novo EP esse mês

A dupla “Controvérsia”, formada pelos mc’s Balotelli e Kwn, lançou neste domingo (15/12) seu primeiro EP, intitulado “Relatos do Cotidiano”. O EP surge como uma maneira de denunciar os problemas vivenciados na Zona Norte do Rio de Janeiro, além de realizar uma manifestação contra a prisão forjada do produtor cultural Rodrigo GTA.  

Além disso, explora uma criação visual e sonora baseadas em um mesmo conceito. Surgiu como ideia, após a escolha do nome do EP, criar um jornal de bairro, sendo ele totalmente original. A partir disso, a identidade visual foi sendo criada visando a construção de um jornal impresso, com a capa principal do EP imitando a capa de um jornal e cada faixa correspondendo a uma página. Quem assinou as capas foi o designer Gustreva

O conceito do EP também refletiu em cada uma das quatro faixas que o compõem. A primeira, “Tempo Ruim”, descreve os temporais que, quando acontecem, causam grande estrago na Zona Norte carioca e fala sobre o sentimento de viver um tempo ruim constante. Já a faixa “Orações”, tem como intuito retratar tudo o que se deve manter distância e também fala um pouco sobre a maldade e a inveja que estão presentes no cotidiano. A música foi lançada há um mês atrás com um clipe no Youtube.

Clipe produzido pelo videomaker LKN021 do selo Onze Game, selo em que o Controvérsia junto a BiccoGustrevaNochica e Pedro fazem parte. 

Em um novo estilismo, a música nomeada como “QUEENS”, busca trazer uma ideia de renovação, é uma faixa diferente do que o duo está acostumado a cantar, alto astral e que reverbera que todos podem chegar onde quiserem. Esta é a única música que conta com uma participação vocal extra, a de Cassiane Bazilio

Com o propósito de dar ênfase para o caso de Rodrigo GTA, surge a faixa “Feridas”, que fala sobre tudo o que está ao redor da vida dos cidadãos periféricos. Morador do morro da Providência e idealizador da Roda Cultural da Central, GTA foi preso injustamente em agosto de 2018 enquanto varria a Praça dos Cajueiros, local onde acontecia a roda e que estava abandonado pelo poder público. Dias antes de sua prisão, o mesmo fez uma denúncia em suas redes sociais dizendo que policiais haviam o abordado e o acusado de estar fazendo a roda cultural para fortalecer o tráfico da região, desse modo, tentando associá-lo ao tráfico, entretanto, Rodrigo não possui envolvimento algum. 

Rodrigo GTA faz parte do mesmo coletivo que o Controvérsia, o Real Underground. O coletivo vem lutando pela libertação de GTA, através de shows, buscam ecoar o grito “Liberdade GTA”, que se popularizou nas batalhas de rima. Além de arrecadarem fundos para ajudar a família de Rodrigo e conseguir mantimentos para levar para o amigo na prisão. Já foram realizados mais de 100 shows em diversas rodas culturais do Rio de Janeiro. 

 O álbum está disponível no Youtube, no canal Controvérsia OG. Para mais informações sobre a dupla, sigam as seguintes contas no Instagram: @controversiaog  @kawan_senra e @ballo_cntvs

Não deixem GTA ser esquecido! 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.