Foi Sal, Doiston!

Lembro da primeira vez que falei de Doiston e citei entre os artistas que tem mais potencial  na cena, e isso se afirmou quando o mesmo lançou seu album no ultimo dia 29. “Foi Sal” é um albúm comercial, porém a essência da rua não é invibilizada, sem perder sua identidade, Doiston constrói versos usando girias de Fortal, de maneira que faz que com quem ouve se identifique e por consequência cative o interesse do ouvinte. Doiston é muito bom e não subestime esse mano. Você sabe que foi sal.

O ano de Doiston serve como prova pra mostrar a qualidade do rapper cearense, no começo do ano, o artista lançou o single “Deuses Negros feat com o veterano Nego Gallo. Participou da coletânea “Coligações Expressivas 5″ produzida por DJ Caíque, com a faixa “Rose, que já alcança 59 mil views, colaborou na faixa  “Tô Fazendo Nada”, de Menestrel e ADL, e em outubro apresentou a faixa ”To na Pista’ pelo canal ABASE, e nos fez criar uma boa expectativa sobre o albúm “Foi Sal”, expectativa essa suprida pela grande satisfação que o EP nos fez sentir.

“Foi Sal” foi produzido pelo próprio artista em conjunto com Edgar Marques e Jonas de Lima, fotografia de Ariel Gomes e arte de Zé Victor. As 5 faixas inéditas contém participações de varios artistas cearenses, entre eles estão; Agno César, músico integrante do coletivo “Outra Galera” (dá uma atenção pra esses caras). Rafael Martins, guitarrista da banda “Selvagens a Procura da Lei”  e dos rappers Vilão e Jonas de Lima.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.