Sobre tons, nuances e as Cores de SP

Na sequência das narrativas e lançamentos multi-temáticos e com climas completamente diferentes, num esquema quase ‘meta‘ a Macaia soltou outra semana passada. “Cores de SP” fala sobre as cores, as nuances e evidentemente, as vivências da cidade.

Contando um pouco mais com uma abordagem politica direta, principalmente nos interlúdios, usa a metáfora das cores pra falar do Governo paulista, de imagéticas da vida e como colorar a conhecida Cidade Cinza.

O som é na estética que a Macaia consolidou, o reggae trap. Unindo flows e temáticas do reggae, o swing das batidas, com uma sonoridade comercial do subgênero em ascensão. Após 2 músicas de clipe e sonoridade sombrias e noturnas, duas músicas de clima leve e de celebração, o quinto episódio é uma tarde, no meio de tantos tons e sons. Falando sobre tonalidades, o produto prova a consciência dos artistas sobre tudo que vêm fazendo e o espaço que tem conquistado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.