‘Boombap ou Trap?’, você vai conhecer artistas curitibanos das duas vertentes que vão te dar a resposta

Independente da sua resposta, conheça essas seis músicas de diferentes artistas da cidade de Curitiba.

Quem nunca se viu respondendo a pergunta “Boombap ou Trap?“, devido ao mesmo, comecei a pensar em uma resposta. Com a ajuda e perspectiva de que ambos são feitos com excelente qualidade e dedicação, mesmo que você já tenha sua preferencia, é válido conhecer esses trabalhos.


TIME DO BOOMBAP:

Escolhemos quatro máquinas de fazer rimas e melodias, cada uma com a sua característica e diversidade, cada um com sua pegada distinta, todas da cidade de Curitiba, porém de diferentes bairros.

JÚPITER DEF

Artista talentoso, que explora algo nada típico do que estamos acostumados a ver em sons nacionais. Integrante do Dimensão Lírica com parceria de Black Ninja, integrante do grupo RAPTerapia, desde então, estão desenvolvendo o primeiro disco oficial intitulado “Além da Matéria“, através do Coletivo COEMA, produtora formada no mesmo ano.

Foi criado em 2016, em parceria com Guilherme “Ower“, o “Reforma Interna“, projeto pelo qual lançaram singles do disco “Dharma – Levitante Edificação“, o lançamento deve acontecer em breve, o trabalho foi realizado pelo Estúdio TAMUNIDO.

The Flush” ou “A Descarga“, parceria com Jean de Liz (JeanBeats), foi uma ideia que surgiu ainda em 2015 e acabara sendo lançado em 2016. Produção de Ratones Films. A ideia do som é que nós todos somos parte de um só, mesmo quando separados por ideais, escolhas e posturas completamente diferentes.

Estamos vivendo no mesmo tempo, expostos a pessoas, ambientes e conceitos que influenciam diretamente em como a gente vive, pensa e age, muitas vezes os preconceitos são enraizados desde criança, a desinformação, o desinteresse em conhecer mais sobre a vida e conhecer as pessoas ou até mesmo a opressão vinda do ambiente familiar.

É o primeiro single do disco “Sobre O Balanço da Vida“, projeto que virá com 17 faixas solo, contando com produções de Zone, JeanBeats, Sea Rover, Cafe a.k.a DM, Black Opala e Senseloop. Assista ao vídeo e aprecie um pouco mais desse artista:


PETE MCEE

Iago Pete Mcee, rapper e músico na Motriz. Busca não se prender a uma vertente e se propor a desafios, sendo sempre bem versátil. Vem lançando vários trabalhos recentemente e todos com bastante reconhecimento, sendo os dois últimos: “O Ritual” e “Apoteose“.

Assim como todo artista, seu sonho era ser jogador de futebol e nessa fase, a música, já corria com ele. Junto a isso, ouvia na sua juventude grandes nomes do rap e funk, foi então que conheceu as batalhas de rap e passou a frequenta-las. Em uma sala de aula conheceu seu grande parceiro e produtor Rafael Skraba, administrador e fundador do grande Estúdio 172, que no ano passado recebeu reconhecíveis nomes do rap nacional, entre eles: Eloy Polemico, Buddy Poke, Froid & Cynthia Luz.

O Ritmo Não Para“, foi lançado em em agosto de 2016, primeiro videoclipe realizado pelo Estúdio 172. Voltado bastante a críticas sociais, a música nos passa sua própria vivencia em relação a dificuldades, conquistas, responsabilidades diárias, e também transparece que independente de tudo, o ritmo não para. Confira esse e outros sons do artista:


FEL E DEMARU

Rafael FEL e Marhuan Demaru’, artistas talentosíssimos, cada qual com sua carreira solo dentro rap. Um dos mais recentes trabalhos solo de FEL é a música “Novo Neymar“, com a participação e produção de Jhony Knox.

Demaru‘  junto com seus parceiros, Doria e Fernando, possuem a gravadora, LEMAC. Seu disco “Cara ou Coroa“, ainda não foi lançado por inteiro e seu segundo single “No Devo é o seu trabalho mais recente publicado. Ainda sem previsão para o lançamento do disco. Porém, já conseguimos ter a noção que vem algo quente e muito bem feito logo menos.

Só por diversão“, foi lançado em 4 de Setembro de 2017. Beat e masterização realizado por Doria. Gravação estúdio LEMAC e parceria Estúdio 172. Primeiro single do disco “Cara ou Coroa” de Demaru’ contendo a participação de FEL. Acompanhe esse e outros trabalhos:


TIME DO TRAP:

Temos mais três excelentes músicas contendo quatro selos e nomes com grandes artistas, agitando tudo.

PLEIAD

O selo PLEIAD, inicialmente criado no dia 10 de Março de 2017. Atualmente os integrantes são os grupos Poesia 163, Letrash e Sem Crise, os rappers Burn-o, Bronx e GL (Coordenação visual), Djs Bera (Poesia 163), França, Kas (Sem Crise) e Numa (Banguê), contando também com a direção e coordenação artística de Tecal (Presidente do selo), Kitty no marketing de conteúdo e relações públicas, e Droper direção de foto e vídeoTrabalhos e produções fica a todo mérito dos participantes do grupo. Conheça o mais recente trabalho do selo, onde fomos presenteados dois dias antes do natal, com a mixtape PANETAPE“.

Arquivo 01” foi lançado em 20 de Maio de 2017 e os Integrantes da música são: Burn-O, Sirc (Letrash), Gabriel Tk, Psyte, DiaKá (Poesia 163) e GL. Vídeo clipe foi feito por Marlon Ramos Films.  As músicas do selo PLEIAD, procuram relatar o cotidiano sobre vários pontos de vista, o que eles almejam dentro da música e toda a vivência acaba refletindo na arte que criam. Sempre procurando imprimir um novo conceito ou uma nova identidade e não se limitando a gêneros.


RADIOATIVO

Grupo de rap curitibano, formado em 2014 por Toni Brandão e Prodie. Possuindo sua própria gravadora Chernobass Records. O grupo RadioAtivo veio com vários singles no final do ano de 2017, entre um deles a música “Remédiuns

Recentemente, dando início a temporada de 2018, lançaram em uma só paulada, no mesmo dia, dois singles. Sendo eles “Veneno e “1202, e o grupo vem trabalhado no vídeo clipe da faixa “Lute” com previsão para o final de fevereiro. Seus trabalhos sempre são finos, grupo que promete sucesso.

Remédiuns” foi lançado em 31 de outubro de 2017. Produção musical feita por Prodie, do próprio grupo. Vídeo clipe foi feito por Marlon Ramos Films. O som tem o significado que é a procura da cura interna, ao invés de externa. Relata a fase atual do rap e do próprio grupo na cena, onde apontam as notáveis falhas no movimento, com rimas afiadas e persuasivas, trazendo consigo críticas a indústria, e ao consumo massivo. Se você não tem a cura, aqui tem um remédio, também conhecido como música boa.


PEZO ENTERTAINMENT E ARMADILHA INC

Representando o selo PezoEnt (antigamente denominado PezoSquad), Matheus Hupalo e Bruno Minel. Liva representando o selo e grupo Armadilha. Produções e gravações contam com os espaços: Track Cheio, Coliseum, Estúdio Monstro Rec e Lab01.

Hupalo, produtor e beatmaker, já trabalhou com grandes nomes, sendo eles Shawlin/Cachorro Magro, Haikaiss, Dalsin, entre vários outros e esse ano promete não ser diferente, com muito trabalho sendo feito, fiquem atentos.

Minel possui uma carreira solo, onde já teve algumas participações em ótimos sons, sendo o mais recente trabalho “Quantos São de Fé” com TAVN conexão CWB, SP.

Liva integrante do grupo Armadilha Inc, seu trabalho mais recente lançado “Garota“, com a participação de seu aliado e também integrante do grupo, Bigorna.

No Comando foi lançado em 10 de setembro de 2017. Vídeo clipe feito por Marlon Ramos Films. Música criada com a elaboração de Hupalo. A ideia foi pegar um tema e aborda-lo de várias maneiras, onde a música se descreveria em pontos de vista distintas, de acordo com cada integrante.

A ideia inicial era contar o life style, se colocar em uma posição. Uma cidade ondem existe muitos artistas com talento, as vezes são ofuscados pelo medo de não serem ouvidos ou por medo de não serem reconhecidos da maneira que merecem. Com isso, a proposta do som é dar voz a quem não é ouvido e no comando sempre prevalecerá, a quem se dedicar.


“Boombap ou Trap?”

“Na verdade, não deve haver discussão. Quando há união, todos fazem por uma só razão. Expansão!” 

 

 

Comentários
Carregando...