Cypher Black Total mostra toda sua proposta de representatividade e empoderamento com alguns dos melhores MCs da cena; confira

Formado pelos MC’s Bitrinho, Blackout, Flip, James Ventura, Max B.O, Mano Wil, Nabil, Nill e $au, o “Cypher Black Total” tem como objetivo enaltecer o povo preto, através de versos que contam a sua trajetória de lutas e glórias, desde majestades ancestrais que governavam nações aos escravos que se rebelavam contra capitães do mato em prol de sua liberdade.

O nome Black Total é uma referência às “coletâneas” de vinis que eram produzidos e comercializados de forma independente no Brasil, contendo sucessos internacionais num único disco.

No Black Total, temos uma coletânea de MC’s de diversas gerações, transitando entre o Boombap e o Trap, unindo épocas e estilos, mas sobre um assunto vivenciado por todos que estão na faixa – Max BO

A captação das imagens é da Procd Brasil, com direção de Leandro Dazo e colaboração de Censa Filmes e Ghetto Filmes. Os beats foram produzidos pelo Nill, que também é integrante da Soundfoodgang, scratches do Dj Guiga e quem assina a mixagem e masterização é SINNED “o pai”, do Imob Gang.

Comentários
Carregando...