Emicida e Rael fizeram um dueto de quebrada no single ‘A Chapa é Quente’; confira

Saiu hoje, 25 de abril, o segundo single do álbum colaborativo entre Emcida, Rael, Capicua e Valete, uma marcante união entre o rap de Brasil e Portugal. Dessa vez foi uma parceria de Emicida e Rael, onde os dois dividem o mesmo verso em uma troca de ideia sobre o que acontece nas favelas e subúrbios.

[su_divider top=”no” style=”dotted” size=”1″ margin=”30″]

Veja também | “Ela” o primeiro single do álbum colaborativo de Emicida, Rael, Capicua e Valete

[su_divider top=”no” style=”dotted” size=”1″ margin=”30″]

Já o refrão de “A Chapa é Quente” é todo de Rael, que sai da narrativa de cronica das rimas e bota um pouco mais de melodia. “São tribos inimigas, exércitos e fronteiras/ São guerras, são brigas, quebradas são ruas/ E ruas virando trincheiras“, canta. A instrumental chega com um clima sombrio, grave e com referencias do funk brasileiro.

O disco “Língua Franca” deve ser lançado em breve, ainda neste semestre.

Trecho da música
“Esses moleque arrastaram, causaram/ Derrubaram as moto, bateram nos carro/ Tretaram com as tia, zarparam/ Festa é festa, fica na paz/ Tem mano que bebe demais/ Um quer ser mais homem que o outro/ E termina com o corpo embaixo dos jornais/ As mina dançando e do nada uns estalo/ Ficou tipo rinha de galo/ Uma pá de ganço moio a quebrada/ Os rato cinza pisando no calo/ É osso, tô ligado/ Não tô aqui de advogado” — Rael & Emicida

Comentários estão fechados.