Conheça o personagem Sem Nome do primeiro álbum de Thiago Elniño, ‘A Rotina do Pombo’

Thiago Elniño é morador de Volta Redonda e, além de rapper, é educador popular e pedagogo. Nesta quarta-feira (1), ele lança seu primeiro álbum, “A Rotina do Pombo“, no qual ele aposta numa abordagem pessoal nas letras, numa conversa com o ouvinte que relembra a voz da consciência. O conceito do disco é baseado na analogia entre os cidadãos pretos e pobres de periferia e os pombos, aves que ocupam o perímetro urbano e são vistas como pragas, o disco conta a historia de “Sem Nome”, jovem negro periférico que sonha em ser música enquanto descobre sua espiritualidade, lida com problemas familiares e sustenta-se com um subemprego.

O disco descreve uma cidade fictícia que mistura os centros das cidades de São Paulo, Belo Horizonte, Rio e Volta Redonda, então é normal referências geográficas de lugares diferentes na mesma música“, explica Thiago.

Capa do disco

O primeiro single, “Pedagoginga“, lançado uma semana antes do CD, conta com as participações do MC carioca Sant, que com suas linhas reforça o ponto de vista do negro como herói em meio a circunstâncias adversas, e de KMKZ, que com sua voz marcante aproxima o refrão da espiritualidade africana muito característica dos trabalhos de Thiago.

Trazendo uma musicalidade mais orgânica que a de costume no gênero, “A Rotina do Pombo” se apoia em ritmos derivados do reggae jamaicano, como em “Condado dos Surdos“, parceria com integrantes da banda Medulla (Raony e Keops) que questiona a rotina exaustiva e degradante imposta à maioria das pessoas. Reforçando o time de participações, Rincon Sapiência pergunta “Quem é o Inimigo” junto da jovem MC mineira, Tamara Franklin, em uma das faixas em que Elniño mostra que também tem habilidade para segurar o refrão.

No total, são 11 faixas com participações de MCs, todos negros, que renovam a esperança do fã de Rap ao mostrar a figura do MC de volta ao seu papel questionador e honrando a tradição da passagem de conhecimento, nesse caso, promovendo um importante mergulho na cultura negra — ouça agora:

E após o disco ser lançado, uma galeria virtual será lançada reunindo trabalhos de diversos artistas negros, de diferentes linguagens, fazendo cada um a sua leitura do conceito do disco.

Músicas
  1. Bom Dia
  2. Condado dos Surdos (Part. Raony e Keops do Medulla)
  3. Não Conforme (Part. Kmkz)
  4. Trabalho sem Comer
  5. A Cidade e o Movimento (Part. Flavio SantoRua)
  6. Quem é o Inimigo? (Part. Rincon Sapiência e Tamara Franklin)
  7. Qual é o Seu Preço (Part. Douglas Din)
  8. Ubuntu
  9. Pedagoginga (Part. Sant e Kmkz)
  10. Carnaval no Centro (Part. Vitor Norat)
  11. No Fim
Comentários
Carregando...