D’ Assis alerta as periferias para a violência policial na polêmica “Atitude Suspeita”

Natural de Divinópolis/MG, o rapper D’ Assis divulga com exclusividade para o RND o seu primeiro — e polêmico — single de estreia. Intitulado “Atitude Suspeita“, o som tem um instrumental pesado baseado no rock e faz uma denuncia direta à policiais corruptos que abusam do poder.

A faixa mostra com rimas ácidas e jogos de palavras inteligentes como a tal “Atitude Suspeita“, utilizada pela polícia militar como fator para abordagem, é nociva pra quem não se veste como os padrões sociais pedem. D’ Assis disse que um dos motivos por ter escrito a faixa foi a quantidade excessiva de abordagens truculentas recebidas, a famosa geral.

[su_button url=”http://104.248.15.2.br/33465/d-assis-atitude-suspeita-single/” target=”blank” style=”3d” background=”#cf4141″ color=”#ffffff” size=”5″ wide=”yes” center=”yes” radius=”5″ icon=”icon: download”]Baixe a música[/su_button]

Eu tava cansado de presenciar e sofrer abordagens truculentas da polícia pela maneira que me visto, por ser skatista, por ser da periferia. Então, comecei a perceber que sempre existiu um padrão, pobre sempre está em ‘atitude suspeita‘” ressalta o rapper mineiro, que completa citando a sua mais recente inspiração para a faixa: “O ultimo caso que mais me inspirou a fazer essa música foi o dos 5 rapazes que morreram fuzilados no rio, que saíram de carro pra comemorar o primeiro salario e acabaram sendo fuzilados por estarem, na visão da polícia, supostamente em ‘atitude suspesita’“.

A instrumental a lá Rage Against The Machine foi feita com banda, a bateria foi tocada por Gleisson e guitarra e baixo por Bruno Dias, a mixagem e masterização é de Ruan Felipe, do estúdio Miolo Mole).”Atitude Suspeita” é faixa da mixtape de estreia do rapper, “Boladaum, Pezadaum e Brizadu“, que tá em processo de masterização e chega em Maio, com uma pegada bastante eclética e suja.

D’ Assis está no Facebook, segue lá.

Trecho da música
Inoperantes, com modus operandi, de forjar depois e atirar antes
Resultante, da vítima ter sido cooperante, sem flagrante
Mas com o agravante de ser da perifa, é o bastante

Comentários estão fechados.